quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Teatro Evangélico


CONCEITO DE TEATRO
O teatro é uma arte em que um ator, ou conjunto de atores, interpreta uma história ou atividades, com auxílio de dramaturgos, diretores e técnicos, que têm como objetivo apresentar uma situação e despertar sentimentos no público.
Toda reflexão que tenha o drama como objeto precisa se apoiar numa tríade teatral: quem vê, o que se vê, e o imaginado. O teatro é um fenômeno que existe nos espaços do presente e do imaginário, e nos tempos individuais e coletivos que se formam neste espaço.
O vocábulo grego Théatron estabelece o lugar físico do espectador, “lugar onde se vê”. Entretanto o teatro também é o lugar onde acontece o drama frente aos espectadores, complemento real e imaginário que acontece no local de representação. Ele surgiu, supõe-se, na Grécia antiga, no século IV a.C..
TEATRO EVANGÉLICO
O Teatro Evangélico é diferente dos demais pois tem como finalidade específica o louvor e glorificação de Jesus Cristo. Cilene Guedes de Souza – Autora de : “Teatro Evangélico”, afirma que “Uma peça cristã não deve ser uma lavagem cerebral de um elemento de coação, mas sim um instrumento de conscientização” e Anete Roese em seu livro Bibliodrama – A arte de interpretar textos sagrados acrescenta que “tratar de textos sagrados é falar da intimidade da fé, é tocar na alma e se ocupar com o cuidado do mundo”.
Pelas características desse tipo de teatro, ALGUMAS DICAS são importantes, aqui vão três:
1 – Comece orando - Orar pedindo a ajuda e orientação de Deus nunca é demais, dedique um tempo desde a escolha do tema, estilo (jogral, esquete, humorística, bibliodrama, drama, etc.) até a apresentação e especialmente durante os ensaios para buscar a orientação do Senhor, a fim de que tudo transcorra bem no dia da apresentação.
2 – Faça ensaios suficientes - Ensaios nunca são demais, às vezes os atores se enfadam de ensaiar, contudo, pior será não ensaiar o suficiente e ter problemas na apresentação. Se possível realize, ao menos, um ensaio como se fosse no dia, com cenário pronto, maquiagens, roupas, objetos e etc.
3 – Lider - Alguém deve ser responsável por verificar se tudo está ok. Na maioria das apresentações teatrais evangélicas não há um diretor, isso porque se trata de uma apresentação composta por atores quase sempre amadores, entretanto isso não nos exime da responsabilidade de liderar o grupo, portanto assuma a função ou delegue a alguém.

*Retirado do Blog Ministros da Alegria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu cometário sobre as postagens!
Obrigada!!